sábado, 20 de junho de 2015

Comunidade lota escola no Arraiá do Lordão 2015



A Escola Estadual Professor Lordão realizou nesta sexta (19) a V edição do Arraiá do Lordão. Este ano o evento foi coordenado pela professora de arte Micaela Santos e os alunos do Projeto Contando História, Distribuindo Alegria. A festa contou com o apoio de toda a comunidade escolar e recebeu um grande público que lotou a escola para a confraternização junina.

As comemorações tiveram início ainda à tarde com o II Festival de Danças Regionais coordenado pelos professores Josemário Silva e Carlos Eduardo. À noite foi regada de muita música, danças, comidas típicas, brincadeiras e história.
O evento foi prestigiado pela 4ª gerência de educação através do inspetor técnico José Pereira e a chefe do núcleo pedagógico Solange Crispim. Na ocasião participaram das brincadeiras no pátio, a exemplo do quebra panela, corrida de saco entre outras.
Os alunos da Educação de Jovens e Adultos - EJA apresentaram seu projeto de
empreendedorismo e cultura regional através da preparação e comercialização das comidas regionais, a exemplo de Pamonha, Canjica, milho cozido, tapioca, carne de sol, baião de dois, galinha de capoeira com macaxeira, bolos diversos, licor, etc. Os alunos concluintes ficaram responsáveis pelo lanche servido durante o evento.
Os professores Josevandro Barros e Erika Suely ficaram responsáveis pela sala de jogos juninos que foi muito concorrida. Já os professores Inajar Nascimento, Silveira Vieira e Carmera Dantas ficaram responsáveis pela sala com a história do São João ao lado dos alunos da EJA com o projeto "Brincadeira de Nossa época". 
O forrozão ficou por conta dos alunos Francisco Moura, Daniele Medeiros, Patrick Macedo, Matheus Fernandes e Heloísa Caetano. Ainda foi realizado o concurso da Rainha do milho 2015, no qual a aluna Clívia Dantas foi a escolhida, o sorteio do balaio junino e um bingo.


Para finalizar o evento se apresentaram o grupo cultural Encanta Picuí abordando a cultura afro brasileira e a luta contra o racismo na atual sociedade. A quadrilha junina da Escola Professor Lordão encerrou as festividades com a apresentação do casamento matuto envolvendo toda a escola: alunos, professores, funcionários e convidados







Confira todas as fotos em nossa página facebook: https://www.facebook.com/escola.proflordao

Professores de cultura corporal promovem festival de danças regionais no Lordão



       Os professores do macrocampo cultural corporal, Josemário Silva e Carlos Eduardo, promoveram na tarde desta sexta (19) o II festival de danças regionais da Escola Estadual Professor Lordão. O evento faz parte da matriz curricular da escola e acontece anualmente como abertura dos festejos juninos.

      

       
Como exigência das disciplinas de arte e os macrocampos de cultura corporal, produção e fruição das artes e leitura e letramento, os alunos desenvolveram suas coreografias tendo como objetivo conhecer e valorizar a cultura regional através da música e dança.
Durante o mês de junho os alunos receberam as orientações dos professores envolvidos e selecionaram uma coreografia, uma dança regional, para apresentação para toda a escola. Além de trabalhar os conteúdos específicos de cada macrocampo ou disciplina, o festival ainda estimula a socialização e combate a timidez.

Um dos objetivos da atividade e promover a inclusão de todos os alunos nas atividades de cultura corporal, arte e literatura. Desta forma, os alunos evangélicos são estimulados a apresentarem suas coreografias de acordo com as orientações de sua religião, respeitando sua fé, bem como valorizando a cultura regional. Parabéns aos alunos, professores e funcionários envolvidos nesta ação. 












quinta-feira, 18 de junho de 2015

Alunos do Lordão participam de aula de física na Estação Ciência



Os alunos do Projeto Jovem Cidadão participaram de atividades experimentais de física na Estação Cabo Branco - Ciência, Cultura e Arte na cidade de João Pessoa nesta quarta feira (17).
Os 30 alunos foram divididos em dois grupos que tiveram a oportunidade de conhecer as obras, experimentos, exposições e a arquitetura projetada pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer.

Um grupo de alunos, a maioria integrante do Projeto Lordão Além da Terra, coordenado pelo professor Inajar Nascimento, participou de aula sobre astronomia através da visita ao planetário da Estação Ciência. O segundo grupo esteve no auditório participando de uma discussão sobre o papel do cidadão na politica brasileira, mediada pelo presidente do Grêmio Estudantil Thiago Santos Silva, Francisco Júnior. 

Durante a aula, os estudantes participaram de vários experiências envolvendo os conhecimentos da física, matemática, história e e geografia. Os alunos foram envolvidos pela instrutora da Estação em vários experimentos, permitindo que os mesmos conseguissem vivenciar a física de forma real. Entre os conceitos apresentados destacam - se os polígonos, força gravitacional, as leis de Newton, força, ponto de equilíbrio, etc.  O destaque ficou para o estudante Pedro Ângelo que respondia todas as perguntas feita durante a aula.
Ao final os alunos participaram de um passeio pela orla com objetivo de conhecer o ponto mais oriental das Américas e analisar o processo de degradação ambiental e o avanço das águas do Oceano Atlântico e o consequente comprometimento da barreira do Cabo Branco. 







quarta-feira, 17 de junho de 2015

Alunos do Lordão têm aula na Assembleia Legislativa.


Os alunos do Projeto Jovem Cidadão participaram nesta quarta (18) de uma aula prática na Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba – ALPB em João Pessoa.   O Projeto é uma ação do Grêmio Estudantil Thiago Santos Silva e tem por objetivo possibilitar aos alunos a vivência dos trabalhos no poder legislativo através de estudos,  debates, pesquisas e o acompanhamento do cotidiano dos parlamentares.
Durante a visita, os alunos participaram de uma aula sobre a história do poder legislativo através do Memorial Parlamentar com a professora Betânia Vasconcelos.  Para a aluna Cinthya Pâmela (3* série) o que mais lhe chamou atenção foram as diferentes constituições do Estado da Paraíba, enquanto Marília Silva (3ª série) destacou as diferenças entre a realidade política atual e o período militar que perseguiu muitos políticos paraibanos,  a exemplo do ex governador Ronaldo Cunha Lima.
Os estudantes tiveram oportunidade de conhecer o trabalho nas comissões, com destaque para a de orçamento, na qual o deputado Buba Germano discutia a Lei de Diretrizes Orçamentárias - LOA para o ano 2016. Em contato com os alunos o deputado parabenizou a iniciativa e deixou seu gabinete a disposição de todos.
Durante a sessão os alunos acompanharam os debates com certa apreensão,  principalmente nos acalorados debates entre situação e oposição à respeito de um pedido  de autorização ao legislativo de um empréstimo do executivo ao BIRD para manutenção de obras de infra estrutura no campo. Na ocasião os jovens tiveram uma rica experiência de conhecer o cotidiano do legislativo estadual.  "Foi uma oportunidade de conhecer de fato como funciona o poder legislativo", frisou o presidente do grêmio estudantil Francisco Junior.

A aula prática na ALPB constituiu-se em uma das ações do PJC, que já realizou outras na cidade de Picuí durante as sessões das Câmaras dos Vereadores. Ainda os alunos participam do Programa Parlamento Jovem Brasileiro no qual apresentam projetos de lei que se aprovado pela Câmara dos Deputados representará o Estado da Paraíba como jovem deputado federal.




segunda-feira, 15 de junho de 2015

FOLHAS SECAS. Poema de Francisco Moura


O poeta Francisco Moura de Macedo Neto nasceu em 31 de março de 1993 em Picuí, Paraíba. Filho de uma família pobre, desde criança demonstrou certa curiosidade por coisas de natureza cientifica. Nunca conheceu o pai, pois esse abandonou sua mãe quando ainda ele era um bebê. Por sorte seus avôs o adotaram, pois na época a mãe não tinha condições de criar a pequena criatura anêmica. 

Conheça seu poema: 

Carrega em suas mãos
A bandeira da mudança.
O vento do leste
Vem de longínquo superando
As velhas folhas secas
Que caíram na ultima primavera
Por entre estilhaços de bala.

As vozes mortas não há
De lamentar mais suas dores.
A esperança que morava
Nos olhares famintos do povo desgarrado
Também tornou-se em sangue.
Assim como o rio cristalino
Que corre entra as campinas minadas.




A veemência das palavras belas
E, a euforia das massas
Quebrantava os corações.
Quão eloquente as falas
Que ecoavam em meio a praça pública.
Anunciando novos tempos e prósperos dias.

Na viração do dia
Corria a noticia na pequena cidade.
Um motim, um movimento e outras queixas.
 Talvez fosse dia de chuva ou algo parecido.
A todo vapor vêm, e vem cortando o vento
Sua fúria cai sobre os homens
Como um martelo que esmiúça
A mais dura rocha. Do outro lado
Pode-se ouvir o choro das crianças.

Os berros de suas rodas de ferro
Cortando os trilhos
Além das montanhas se vai seu som devastador.
O céu de repente tornou-se puro carvão,
Mais tão escuro que quem se pusesse a olhar
Temia ser o fim. 


As folhas secas das causadas
Jogadas ao leu, sem norte e sem flor
Arrastadas foram pisadas foram sem piedade.
O vento análogo ao flagelo de couro
Cortavam-lhes a carne. O suor salgado
Misturado ao sangue quente das muitas agonias
Vertiam de seus corpos no calor do meio-dia.

Do meu lado, chorava o homem
Que por quase  pouco viveu sua utopia ufana.
As quimeras em uma só chibatada lhes foram tiradas.
Tão profunda é a dor que em um só golpe destrói
Ate seus mais profundos sonhos.
Os bons tempos prometidos
Não os viu chegar, pois nunca aconteceu.
O pobre homem sucumbiu na vala fria.

Em cada rosto eu notava os mais sutis detalhes,
Quem outrora brilhava e sorria hoje arrependidos
Lamentam, a cada dia que passam presos
Aos grilhões de ferro.                                               F. Moura

sábado, 13 de junho de 2015

Alunos têm aula de astronomia em projeto no Lordão



Os alunos do Projeto Lordão Além da Terra participaram nesta sexta (12) de aula de campo noturna no memorial Estátua Felipe Tiago Gomes em Picuí. A aula fez parte de uma das ações desenvolvida no projeto de astronomia coordenado pelo professor Inajar Nascimento.

O objetivo da aula era permitir aos alunos apreciar ao por do sol a visualização dos primeiros astros e estrelas da noite a verificar a partir de um aplicativo para tablet e smartphone seu posicionamento considerando a localização dos alunos. Para a aluna Karolayne da 2ª série a aula gerou uma grande expectativa “pois por se tratar da primeira aula prática do projeto espero ver o que no cotidiano não percebo devido o clarão da luzes da cidade”, afirmou.
Sílvia - 2ª Série C
As aulas de astronomia acontecem todas as sexta – feiras incluindo alunos de todas as séries e turmas que se inscreveram no projeto que de forma interdisciplinar discute vários conceitos de física, geografia, história, matemática entre outras.  Segundo a aluna Maria Sílvia da 2ª série, um dos últimos conteúdos antes da aula foi sobre o movimento dos planetas e suas rotas. “ cada um teve a oportunidade de escolher um planeta e aprofundar seu conhecimento” destacou Sílvia.
Bárbara - 2ª Série C

O local escolhido para a aula foi o mirante do memorial estátua Felipe Tiago Gomes por se tratar de um ponto estratégico de observação na cidade. Ainda era possível discutir a interferência da luminosidade para a observação astronômica. Para a aluna Bárbara Macedo “as pessoas que moram no campo tem mais facilidade de perceber os fenômenos astronômicos”,  a exemplo do movimento de uma estrela.

O projeto Lordão além da terra foi reconhecido em duas edições do prêmio Mestres da Educação do Governo da Paraíba e será exibido em agosto deste ano na Feira de Ciências da Escola Estadual professor Lordão. 

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Lordão divulga lista de aprovados na 1ª fase da OBMEP

A Escola Estadual Professor Lordão, através do Projeto Matemática Olímpica orientado pelo professor Evandro Macedo, divulgou esta semana a relação dos alunos aprovados na 1ª fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escola Publicas - OBMEP. 
Foram 31 alunos aprovados para a 2ª fase que acontecerá em setembro. Os estudantes fazem parte do Projeto Matemática Olímpica e se reúnem semanalmente para resolver problemas, discutir questões, estudar curiosidades da matemática. 

Confira a relação dos aprovados e classificados para a 2ª fase da OBMEP.

ADELÂNIA DOS SANTOS NASCIMENTO
ADNAEL DA SILVA CÂNDIDO
ANA PAULA DANIEL SOUTO
ANA PAULA SILVA DE CASTRO
ANDRÉ MACEDO COSTA
DANIEL WILLIAN DOS SANTOS SILV
EDUARDA CAROLINE BRITO DANTAS
EMANUEL SILVA DOS SANTOS
ÉRICLES RODRIGO SILVA MEDEIROS
ÉRISSON DOS SANTOS SILVA
GABRIEL ROMÁRIO NEVES DE M
GENILSON BENTO DOS SANTOS
GLÊYSLA HÉVILLA DANTAS MOREIRA
JANIELE DOS SANTOS ARAUJO
JHONATA ERIKLYS DE MEDEIROS FARIAS
JORDANIA ROSELY FERREIRA SANTOS
JOSÉ JONAS DOS SANTOS SILVA
LUCIELE DO NASCIMENTO SANTOS
MAGNA ALVES DA SILVA
MARIA DE FÁTIMA PEREIRA SILVA
MARIA JASMINA SOUZA MEDEIROS
MARIA JOSÉ DA SILVA SANTOS
MARIA JUCIELLE DA SILVA ARAÚJO
MARÍLIA EMANUELE NICOLAU SILVA
MATEUS FERNANDES SANTOS
MAYLLA GRASYELLA DANTAS FREITAS
NICOLAS KAYAN SANTOS SILVA
RAIANE AZEVEDO DE OLIVEIRA
RAQUEL FERREIRA SANTOS
SAMILE OHANA DA SILVA SANTOS
VANESSA KTLLEN COSTA



      A ESCOLA PROFESSOR LORDÃO PARABENIZA A TODOS PELA APROVAÇÃO NESTA PRIMEIRA ETAPA DA OBMEP E CONFIA QUE, NA SEGUNDA ETAPA (DIA 12 DE SETEMBRO), TODOS VOCÊS NOS REPRESENTARÃO COM MUITA DEDICAÇÃO E EMPENHO E MAIS UMA VEZ MOSTRARÃO O TALENTO EXISTENTE EM CADA UM.
 ( Evandro Macedo)