terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Conheça o Projeto: Ginástica acrobática: o Lordão projetando alegrias


      O grupo de ginástica da Escola Estadual Professor Lordão – Picuí- PB, é composto por 50 componentes, sendo 49 ginastas e 01 professor e orientador Josemário Silva. O Projeto se faz legítimo na medida em que é utilizada como proposta lúdica e prática educativa, permitindo aos alunos a interpretação das atividades ginásticas, com ampla liberdade para vivenciar suas próprias experiências e ações corporais.
O projeto de ginástica na escola tem como objetivo identificar as possibilidades e contribuições da ginástica acrobática na educação física escolar com a finalidade de aproximar o aluno do ambiente escolar, possibilitar uma afinidade com a atividade física, combater a evasão escolar e auxiliar na redução dos índices de reprovação, além de despertar o interesse pela prática esportiva.

O projeto teve início em 2013 como uma simples atividade, tendo uma grande adesão  por parte dos educandos  que, na carência de um ginásio na escola, adotaram a ginástica como esporte principal na escola. Durante este perídio o grupo se apresentou em várias cerimonias oficiais como abertura de Feira de Ciências, abertura de Jogos Escolares Regionais, Inauguração da Escola Técnica Estadual, Participação da Colônia de Férias em João Pessoa, etc.
      Inscrito no Prêmio “Mestres da Educação”, resultou ao professor de educação física “Josemário Silva”, o referido prêmio nos anos de 2014, 2015 e 2016.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Secretaria de Estado da Educação autoriza SUPLAN a proceder licitação para construção de uma nova escola em Picuí.

Secretário Aléssio em audiência com alunos do Lordão.  
  
      O Secretário de Estado da Educação da Paraíba, o professor Aléssio Trindade, representando o Governador Ricardo Coutinho publicou nesta sexta (30/12) objeto de mútua cooperação com a Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado da Paraíba – SUPLAN, na pessoa da gerente Simone Guimarães, para construção de uma escola padrão na cidade de Picuí com o objetivo de melhor atender aos alunos da Escola Estadual Professor Lordão que por três oportunidades (Argentina 2008, EUA 2012 e EUA 2016) representou a Paraíba como referência em educação pública.
Reunião com a Gerente da SUPLAN.
      A construção de um novo prédio para a Escola Professor Lordão  é um sonho da comunidade escolar, no qual professores, funcionários, alunos e pais vêm se dedicando nos últimos anos, sendo uma das solicitações do Orçamento Democrático Escolar referendado pela comunidade de Picuí durante o Orçamento Democrático Estadual.

      Inicialmente a proposta era de uma reforma no atual prédio. Acompanhados pelo deputado Buba Germano, o secretário de educação Aléssio Trindade, a gerente da SUPLAN Simone Guimarães, a gerente de educação Gracinha Almeida e os engenheiros do Estado estiveram visitando a escola em 2016 para verificar a viabilidade da obra. Contudo, foi durante uma exposição dos projetos de arqueologia e ginástica que o Governador vendo o protagonismo dos alunos atendeu uma solicitação do Deputado Buba e se comprometeu em fazer uma nova escola com recursos próprios.
Governador reconhece protagonismo. 
      O passo seguinte seria a doação do terreno que foi de pronto atendida pelo prefeito de Picuí, Acácio Araújo e aprovada pela Câmara Municipal. Com o terreno doado e o projeto elaborado foi a vez da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba aprovar uma reserva orçamentária para garantir a construção. A concessão esta semana por parte da Secretaria de Estado da Educação é mais um passo dado na direção de concretizar o sonho de uma comunidade que se dedica à educação na Terra do comendador nacional da educação Felipe Tiago Gomes, picuiense idealizador do maior movimento de escolas comunitárias da América Latina. 

      Aqui publicamente a Escola Professor Lordão agradece a todos os professores, funcionários, alunos, pais, amigos e parceiros que cooperam para a concretização desta obra.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Pela segunda vez escola, gestor, professor e aluna da Escola Professor Lordão recebem certificação do Senado Brasileiro.

Jordania Ferreira.

      A aluna Jordania Ferreira foi certificada pelo segundo melhor trabalho desenvolvido no concurso nacional de redação do Projeto Jovem Senador 2016. Além de Jordania, a escola, seu professor orientador, Carlos Eduardo e o gestor escolar receberam certificado pelo resultado.
      O Projeto Jovem Senador tem por objetivo estimular os estudantes do ensino médio de escolas públicas dos estados e do Distrito Federal a refletirem sobre política, democracia e exercício da cidadania.
Professor Eduardo em atividade prática. 
     Nessa última etapa do programa, uma comissão julgadora analisou 81 redações, três de cada unidade da Federação, escolheu as finalistas e classificou as três primeiras colocadas. O tema deste ano foi “Esporte: educação e inclusão”.
      Participaram da comissão julgadora servidores do Senado e de instituições parceiras, como Marinha, Exército e Aeronáutica. Entre os critérios de avaliação, estavam a abordagem do tema proposto, objetividade, originalidade e organização dos argumentos.

     
Esta é a segunda vez que um aluno da Escola Estadual Professor Lordão fica entre os finalistas do programa. Antes do aluno, hoje estudante de Direito José Djalisson foi agraciado. Parabéns a Jordania Ferreira e a equipe de orientação composta pelos professores Robson Rubenilson, Carlos Eduardo,  Jeanne Medeiros e Renata Santas. 

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Professor e alunos da Escola Professor Lordão são destaque na OBMEP 2016

      
Os alunos do Projeto Matemática Olímpica, orientados pelo professor Evandro Macedo, foram destaques na Olimpíada de Matemática das Escolas Publicas – OBMEP 2016 com menção honrosa, medalha e bolsa de estudo.
            O Projeto Matemática Olímpica é desenvolvido desde 2014 com foco no aprimoramento das habilidades da matemática como proposta pedagógica para corrigir as distorções que os alunos trazem do ensino fundamental. Desde então o projeto coleciona bons resultados na Olimpíada Campinense de Matemática e OBMEP, além de vencer o Prêmio Mestres da Educação oferecido pela Secretaria de Estado da Educação da Paraíba em reconhecimento às boas práticas pedagógicas.
            Como resultado em 2016 o professor Evandro Macedo foi selecionado no Programa OBMEP na Escola que tem como objetivo melhorar a qualidade do ensino da Matemática nas escolas públicas do país, estimulando a adoção em sala de aula de novas práticas pedagógicas e do material didático produzido pela OBMEP, e incentivando a criação de atividades extraclasse vinculadas às provas da Olimpíada.       Evandro receberá uma bolsa da CAPES de Docente do Ensino Básico para aprimorar seu trabalho fazendo o Projeto Matemática Olímpica alcançar novos alunos, inclusive de outras cidades.
            Confira a relação dos destaques na OBMEP 2016:  

EVANDRO MACEDO: Professor/Orientador




























































GLEYSLA HEVILLA DANTAS MOREIRA



















JOSSEANE FATIMA DE LIMA













LUIS GUSTAVO GOMES DA SILVA




















MATHEUS THARAN DE MACEDO




Resultado ano letivo 2016



Confira do resultado final do ano letivo 2016. Foi divulgado apenas o nomes dos alunos aprovados. Desta forma, caso seu nome não conste nesta relação deve ser evadido(a) ou reprovado(a).

Confira a relação aqui:


Ensino Integral - ECID

1ª série A - Aqui

1ª série B - Aqui 

1ª série C- Aqui


2ª série A - Aqui

2ª série B - Aqui

2ª série C - Aqui


Ensino Médio Regular - EMR


2ª série D - Aqui


Educação de Jovens e Adultos - EJA 

C V - A - Aqui

C V - B - Aqui


Dúvidas: 9 98390550

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Pela 5ª vez Escola Professor Lordão conquista o Prêmio Escola de Valor e Prêmio Mestres da Educação


        Nesta segunda (19) o Governador do Estado da Paraíba, Ricardo Coutinho, divulgou os resultados dos Prêmios Escola de Valor e Mestres da Educação. Pelo V ano a Escola Estadual Professor Lordão conquistou o Prêmio Escola de Valor em reconhecimento a uma gestão democrática que avança nos aspectos qualitativos.
      O Prêmio Escola de Valor garante a todos os professores e funcionários um 14º salário neste final de ano como reconhecimento a dedicação da equipe escolar com o processo educativo.
      Além da escola, os Professores da Escola Estadual Professor Lordão também foram selecionados no Prêmio Mestres da Educação que disponibiliza um 15º salário aos professores que tiveram seu projeto pedagógico selecionado.
      O Prêmio Mestres da Educação visa estimular os professores a uma prática através de projetos pedagógicos inovadores e com isso melhorar o aproveitamento e rendimento dos alunos. Nos últimos 6 anos os professores do Lordão sempre receberam o prêmio. Confira a relação dos professores premiados:
Josemario Silva - Educação Física

Rafaela Silva - Biologia

Robson Rubenilson - História 

Thiago Anderson - Biologia

Joanna Mello - Língua inglesa

Valda Lucia - Matemática

Aline Araujo - Química

Carmeracilda Dantas - Sociologia e Silvera Vieira - História

Gerlando Alves - Geografia

Renata Santos - Língua Portuguesa

Inajar Nascimento - Física 

















sábado, 17 de dezembro de 2016

Alunos do Lordão são elogiados durante o II Encontro de Extensão, Pesquisa e Inovação em Agroecologia do IFPB


Os alunos Luís Gustavo, Maria Silvia, Êmile Mayara e Janicleide Dantas, Yonara Silva e Taynara Eduarda da 3ª série do ensino integral da Escola Estadual Professor Lordão estiveram participando esta semana do II Encontro de Extensão, Pesquisa e Inovação em Agroecologia realizado pelo campus Picuí Instituto Federal de Educação – IFPB que aconteceu entre os dias 13 e 14 de dezembro em Picuí.
            Na ocasião os alunos apresentaram o trabalho: “O SEMIÁRIDO URBANO E A AUSÊNCIA DE UMA POLÍTICA DE CAPTAÇÃO DA ÁGUA DE CHUVA” orientado pelo professor Ms Thiago Anderson que foi egresso da instituição. “ Com a confecção deste trabalho pode-se verificar a importância da captação e do armazenamento da água das chuvas sobretudo na região semiárida” disse o professor Thiago Anderson que acrescentou que os professores da banca ficaram impressionados com a desenvoltura e segurança dos alunos e custaram em acreditar que tratava-se de um aluno do ensino Médio.
            O Encontro foi organizado pela Associação Trilhas na Caatinga de Picuí, com o auxílio e suporte do campus Picuí do IFPB e o Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA).

            Durante os três dias de evento, os estudantes tiveram a oportunidade de participar de oficinas, minicursos, mesas redondas, debates, apresentações culturais, lançamento de livros e cartilhas, palestras, relatos de experiência e apresentações de trabalhos em pôster e oral envolvendo as três modalidades (pesquisa, extensão e inovação).